Memórias do Mar Aberto

A história original é de uma mãe, Medéia, que mata os filhos para vingar a traição do amado, Jasão. A Medéia de Eurípedes (485-406 a. C.), que criou um dos maiores textos do teatro, é bem diferente da que aparece em Memórias do Mar Aberto – Medéia Conta a Sua História, de Consuelo de Castro, que ganha o palco paulistano com um elenco de primeiro time do teatro local. Na peça, a heroína grega (Leona Cavalli) mata os filhos por acidente, depois de assassinar a princesa por quem Jasão (Cássio Scapin) a trocara.

md_5aeee1cb35919.png
e5f752b9c11ba3e632fee6c8065d6f0e.png
youtube-logo-1.png