Frida y Diego

Elenco/Direção: Texto: Maria Adelaide Amaral.

Direção: Eduardo Figueiredo.

Elenco: Leona Cavalli e José Rubens Chácha. Direção musical e trilha: Guga Stroeter. 

 

Em peça inédita, depois de 10 anos sem estrear um texto no teatro, Maria Adelaide Amaral traz para a cena os dois fascinantes artistas mexicanos e sua complexa relação. O espetáculo fala do casamento e relação entre de Frida Kahlo e Diego Rivera. Uma história de paixão e cumplicidade. Com todos os dramas, humores, rupturas e reconciliações, era uma relação de liberdade e amor incondicional. O espetáculo se passa entre o período de 1929 à 1953, no México, França e Estados Unidos, onde viveram e trabalharam: a conturbada relação do casal, as mútuas infidelidades, personalidades fortes, as suas convicções artísticas e políticas. O espetáculo revela o reencontro dos dois artistas depois da traumática separação. Reencontro que levaria a reconciliação dos dois, numa fase muito difícil da vida de Frida quando já bastante doente e com muitas dores voltou a morar junto a Diego, na verdade em casas vizinhas ligadas por um corredor.

md_5aeee1cb35919.png
e5f752b9c11ba3e632fee6c8065d6f0e.png
youtube-logo-1.png