Bacantes

Bacantes
(Eurípedes): O espetáculo retoma o ritual de
origem do Teatro em 25 cantos e cinco episódios. Mostra a
volta de Dionísio, protagonizado por Marcelo Drummond, deus do vinho, do prazer e do Theat®o, à sua cidade natal e o
antagonismo de Pentheu (Fransérgio Araújo), prefeito
de Tebas, que tenta proibir a realização do Teatro dos
ritos báquicos oficiados por Dionísio e o Coro de
Satyros e Bacantes nos morros da capital Tebas, cidade governada por
Kadmos (Paschoal da Conceição). Na sua linguagem
literária e musical brazileira inaugura a Ópera de
Carnaval Eletrokamdomblaica, a TRAGYKOMÉDYORGIA, de falas
ritmadas nos Episódios, e nos Cantos Dançantes, nos
ritmos primitivos tecno-afro-índo-brazyleiros, somados à
trilha eletrônica, e Banda dirigida pelo maestro Marcelo
Pelegrini, realizada sempre como Rito, Festa, Celebração
da Alegria Trágica e Sensual, com a intensa atuação
do Público como nos tempos da Tragédia Grega.
Participações especiais: o grande ator Paulo Cesar
Pereio, vivendo Zeus, a dançarina Renée Gummiel,
dançando Rhéia Nannã Burukú e da
Protagonista do Oficina Uzyna Uzona Vera Barreto Leite, vivendo
Hera, esposa ciumenta de Zeus.

md_5aeee1cb35919.png
e5f752b9c11ba3e632fee6c8065d6f0e.png
youtube-logo-1.png